Pagani Zonda Roadster F C12S 7.3 Clubsport – Valor: US$ 667.320

A Pagani Auto é uma empresa já habituada a construir carros nervosos, como o Zonda F, mas, acredite você ou não, os clientes queriam um carro ainda mais forte, com bom desempenho em pistas. Foi para eles que a empresa italiana, fundada pelo argentino Horacio Pagani, criou o novo Zonda R, apresentado no último Salão de Genebra.

E não se pode dizer que o Zonda F não seja um carro forte. Ele completa os 20,8 km do mítico circuito de Nürburgring, na Alemanha, o chamado “Inferno Verde”, em meros 7:32 e atinge forças de aceleração lateral de 1,5 G. Só que os proprietários das 25 unidades vendidas até hoje deviam se aborrecer com o fato de ele ser um carro dócil, como, aliás, são todos os carros da Mercerdes-Benz, que fornece os motores à marca.

A solução foi criar um carro com entreeixos 47 mm maior (chega agora a 2,78 m, contra 2,73 m do F), comprimento total de 3.94 m e o máximo de sustentação negativa que o carro pudesse ter. Além disso, a bitola também cresceu 50 mm, para aumentar ainda mais a estabilidade em curvas.

Para o coração do carro, foi escolhido o mesmo motor que equipa o CLK GTR, um dos carros mais extremos já construídos pela Mercedes-Benz, usado em competições e feito em série limitadíssima. Com 750 cv a 8.000 rpm, é fácil entender o porquê! Comandado por um novo câmbio seqüencial de seis marchas, o carro tem monocoque de fibra de carbono, como o a.d. Tramontana (leia mais sobre esse carro aqui) e um tanque de combustível com quatro bombas aeronáuticas, para alimentar a sede do motorzão.

O primeiro carro da série ficará com a fábrica, em uma sala feita de fibra de carbono, titânio e avional, com som ambiente do motor do carrão gritando alto em Nürburgring e Le Mans.

Para ver outros carros mais caros do mundo click AQUI

Até Breve.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *